Sobre o dono de um hotel…

Sobre o dono de um hotel que rejeitou dar uma borla a uma instagrammer e se tornou um ídolo na internet:

A instagrammer tentou trocar uma estadia por posts e, o dono do hotel, todo revoltado, fez um post a insultá-la, a banir todos os “influencers” do hotel e a dizer que “se der uma borla ao instagrammer, como é que vai pagar aos funcionários que lhe vão fazer a cama e o pequeno almoço?” entre outras coisas. O homem tornou-se um ídolo na internet porque, muito sucintamente, é fixe bater nos instagrammers/youtubers. Pessoas (aparentemente) privilegiadas que ganham muito dinheiro a fazer coisas fixes que maior parte das pessoas queriam poder fazer.

No entanto, será que o dono do hotel teria esta atitude revoltada se tivesse sido um comercial de um jornal a ligar-lhe a tentar vender espaço publicitário numa página do jornal? E se fosse na Televisão? Comprar publicidade no facebook ou um outdoor numa rotunda também não lhe vai pagar aos funcionários. Mas pode trazer clientes que geram receita para pagar. Tal como a presença num instagram/youtube/blog.

É um investimento. É marketing. Um programa de TV tem X globos oculares a olhar para ele. Publicidade nesse espaço vale Y. Uma conta de instagram tem Z globos oculares a olhar para ela. E isso tem um valor. É exactamente a mesma coisa. O mundo mudou e há gente que insiste em não querer entender.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *