Uma vez aprendi…

Uma vez aprendi uma coisa sobre Relações Públicas na série The Good Wife. A personagem principal está a candidatar-se a um cargo político e o chefe de campanha diz-lhe que, em política, nunca se deve usar sarcasmo ou ironia. Porque isso vai ser usado como soundbyte, sem contexto, e ninguém vai perceber que era sarcasmo/ironia. As pessoas vão agarrar-se a isso e ignorar o essencial da mensagem.
Quanto mais fogo de artifício se usa, quanto mais se complica a forma, menos as pessoas vão compreender o conteúdo.


A marca de um grande comunicador é, na minha opinião, conseguir transmitir ideias complexas de uma forma simples e clara. Ocorre-me um Obama, um Simon Sinek ou um Seth Godin.
Estive a ouvir a conferência de imprensa do Bruno de Carvalho e se me perguntarem quais foram as ideias essenciais que ele tentou passar eu não sei dizer. Porque só me lembro do gesticular, das vozes, das tentativas de piadas, do sarcasmo e da ironia. Criar ruído à própria mensagem que se quer passar é uma bazucada nos pés. Que desastre comunicacional.


#DurmoComOs3OlhosFechados

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *